“O futuro não existe e está na palma da nossa mão a possibilidade de criar uma realidade que a gente quer” afirma Peter Kronstom, segundo palestrante do dia do Summit Connect

Na segunda masterclass da manhã desta quinta-feira (22),Peter Kronstrøm, diretor do Copenhagen Institute for Futures Studies Latin America e membro do conselho consultivo do Consulado Geral da Dinamarca e Centro de Inovação da Dinamarca em São Paulo falou sobre o futuro. Para o especialista, todos temos o potencial de impactar o que está por vir.

Na opinião do futurista, o Brasil possui várias cartas na mão para se tornar líder mundial em termos de inovação. Uma das grandes vantagens do povo brasileiro é a proximidade entre as pessoas. “Aqui, encontramos facilmente pessoas dispostas a colaborar, ao contrário de outros lugares onde o contato é mais limitado. Essa proximidade facilita a inovação”, afirmou.

Kronstom acredita que é com a troca de ideias e no contato pessoal onde tudo acontece. “O sucesso não é alcançado isoladamente. É importante lembrar que o futuro é algo que ainda não existe, mas pode ser imaginado, cruzando o conhecido com a arte e a imaginação”, ponderou.

Outro assunto que o especialista acredita ser bastante atual é o uso da Inteligência Artificial. “Embora minha perspectiva tenha sido conservadora no início, estou mudando de ideia. Essas ferramentas têm o potencial de aumentar nossa produtividade”, disse. Ele lembrou que a inteligência artificial não faz nada sozinha. Ela é um conjunto de tudo o que foi feito pelos seres humanos, algo que já existia. “Devemos abraçar, utilizar e aproveitar o que essa ferramenta pode melhorar e agilizar nosso trabalho, mas sempre com correção e supervisão de um olhar especializado e humano”, finalizou.

Texto: Básica Comunicações

Foto: Brunno Covello