Fundo destinará R$ 100 milhões para startups do agronegócio

Foi lançado na manhã desta quarta-feira (21),um fundo de investimentos que deverá viabilizar até R$100 milhões em recursos para o financiamento de startups que promovam soluções e melhorias para o setor do agronegócio.

A iniciativa é resultado da aliança entre a TechInvestor, braço de investimento da Viasoft, que atende por meio de tecnologia grandes empresas do segmento do agronegócio, e a Bertha Capital, especialista na criação e gestão de fundos de investimento e portfólios de inovação.

O fundo foi lançado na plenária Aldo Bona, o palco principal do Viasoft Connect 2023.

Até 2024, a meta é investir em até 15 startups, entre Agtechs – startups que oferecem softwares, aplicativos e plataformas com soluções voltadas para o segmento do agronegócio –, e AgFintechs – negócios que atuam na concessão de crédito e em operações financeiras para este segmento.

A aposta é em startups que já estejam com produtos e serviços no mercado, carteira de clientes consolidada e faturamento anual superior a R$5 milhões, com alto potencial de crescimento e soluções inovadoras para o agronegócio brasileiro e global.

“Estamos olhando para o agronegócio, é um setor que conhecemos muito. Eu estou muito feliz com esse projeto, pois ele nos coloca na vanguarda da evolução tecnológica do agronegócio brasileiro”, disse Itamir Viola, presidente do Grupo Viasoft e CEO da Tech Investor.

Para Gustavo Souza, co-ceo da Bertha Capital, a criação do fundo contribuirá para sanar alguns dos principais desafios do agronegócio nacional, como gestão, digitalização, inovação e escassez de crédito.

Homenagem

No lançamento do fundo também foi entregue uma homenagem a Aldo Bona, secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado do Paraná. Também em sua homenagem, a plenária principal do Viasoft Connect foi batizada de Aldo Bona.

Texto: Nelson da Luz Junior