Etapa de avaliação do Prêmio Empresa Inovadora revela o potencial de pequenas e médias empresas

Das 351 empresas que toparam o desafio de mudar a cultura da inovação no Prêmio Empresa Inovadora 2023, 70 já passaram para a etapa de entrevistas. Com o apoio de um time de especialistas, os selecionados podem analisar os resultados do autodiagnóstico feito na primeira fase e recebem feedbacks importantes para seguir no processo – e aqui, não se trata só do prêmio.

A metodologia permite que os participantes conheçam todos os pilares da inovação e, principalmente, descubram o que pode ser melhorado para que os negócios se tornem mais competitivos. São avaliadas dez dimensões: estratégia, liderança, cultura e valores, estrutura organizacional, processos, pessoas, networking, infraestrutura, mensuração e aprendizado. “É uma metodologia validada pela academia e pelo mercado, o que torna o Prêmio ainda mais sério e coerente”, diz Luiz Pinheiro, professor da Universidade Positivo que compõe a banca de avaliadores.

Para chegar a este formato, a equipe do Prêmio Empresa Inovadora partiu do estudo “10 dimensões da inovatividade e seus impactos no desempenho inovador”, de Carlos Olavo Quandt, Alex Antonio Ferraresi e Cícero Aparecido Bezerra. Com a metodologia bem estabelecida, 2023 tem sido o ano de aprimorar todas as fases do processo.

Mesmo as empresas que não avançam para as fases seguintes contam com o apoio da Haze Shift Consultoria de Inovação: “A partir do autodiagnóstico, sinalizamos o que pode melhorar e a nossa equipe fica à disposição. A empresa tem um instrumento muito rico para pensar nas ações do futuro”, ressalta Luiz Fernando Frederico, sócio da Haze Shift.

Foi exatamente isso que fez a Unimed Ponta Grossa participar da edição de 2022: “Acreditamos que o prêmio forneceria insumos valiosos para melhorarmos nossos processos de inovação. Além disso, seria uma grande oportunidade para validar externamente o que estamos fazendo, conferir se estamos no caminho certo e qual nível estamos alcançando”, conta o líder de inovação, Felipe Baranoski. A empresa foi a vencedora na categoria Serviços em 2022.

 Prêmio gera novas conexões e crescimento

A troca entre os especialistas do prêmio e as equipes das empresas é a parte mais rica do processo, que chamou a atenção do professor Luiz Pinheiro: “Nos surpreendemos com empresas grandes que se denominam inovadoras, mas na prática não conseguem entregar tanto; e empresas médias que já têm iniciativas bem estruturadas, com uso de metodologias e indicadores de mensuração”. A Unimed Ponta Grossa já desenvolvia ações inovadoras e percebeu crescimento nos negócios após a conquista do prêmio. “Validamos nossos passos e tivemos muita visibilidade, criando novas conexões”, completa Felipe Baranoski.

Vale destacar que essas conexões não são apenas externas: a jornada da inovação que acontece durante o Prêmio Empresa Inovadora envolve colaboradores, diretoria e o público também tem papel importante. Após a etapa de entrevistas, os finalistas têm a missão de engajar a comunidade com ações de comunicação. Para Baranoski, este foi um diferencial da empresa, que obteve alto índice de engajamento junto aos seus 900 colaboradores, mais de 500 cooperados e apoio constante da alta administração.

O líder de inovação da Unimed Ponta Grossa conta que a participação no Prêmio Empresa Inovadora foi repleta de momentos inesquecíveis e compartilha um relato inspirador: “a premiação foi muito especial. Três colaboradores da cooperativa subiram ao palco para receber o prêmio, representando todo o nosso time de colaboradores e cooperados da Unimed Ponta Grossa e atestando que a inovação é uma construção coletiva na Cooperativa. Por uma feliz coincidência, a cerimônia de premiação ocorreu minutos antes de transmitirmos o encontro do Inova, que é o nosso ritual de inovação. Pudemos compartilhar ao vivo essa notícia emocionante com todos os participantes durante o Viasoft Connect, celebrando juntos essa importante conquista. Foi um momento de grande inspiração e motivação para todos nós!”.

Sobre o Prêmio Empresa Inovadora

O Prêmio Empresa Inovadora é uma realização do Grupo Viasoft, com a correalização da Associação Comercial do Paraná (ACP) e Rede Paranaense de Comunicação (RPC),afiliada à Rede Globo no Estado do Paraná, Haze Shift Consultoria de Inovação e Universidade Positivo (UP). Tem o incentivo do Governo do Paraná (por meio Secretaria de Inovação, Modernização e Transformação Digital). Apoio do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE),Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR),Sebrae, Tecpar e UP Experience.


Básica